Plugin WP RGPD PRO vale a pena? Porque devo instalar agora!

Muito tem se comentado sobre a lei LGPD (lei geral de proteção de dados) que já está em vigor no Brasil.

Essa lei tem como objetivo tornar a internet mais transparente para os visitantes. Ou seja, você que é dono de um blog ou site, agora vai precisar deixar claro para o visitante que o seu domínio utiliza cookies enquanto ele navega.

Mas espere! Eu não uso cookies! Sim, VOCÊ USA e eu vou te mostrar alguns exemplos.

Se você utiliza o Google Analytics para acompanhar quantas visitas você recebe, o seu site já utiliza cookies e você precisa utilizar um plugin para não correr o risco de ser multado.

O GA foi o exemplo mais comum, mas qualquer outro contador de visitas, anúncios, comentários e outros já captura informações do visitante.

Neste texto irei te falar sobre o que é RGPD e o que é LGPD. Além disso, vou te recomendar utilizar o plugin WP RGPD PRO.

Plugin LGPD para WordPress

RPGD o que é?

O RPGD é a versão europeia da LGPD Brasil e se você recebe visitas de países europeus, você precisa deixar claro para os visitantes de lá que o seu site utiliza cookies.

Não obstante, você também precisa deixar uma caixa de ferramentas disponível para que o internauta consiga remover informações que ele possa ter deixado em seu site. Por exemplo: comentários, postagens, avaliações, etc.

Outra coisa que não é muito novidade, mas que muitos blogueiros não utilizavam são as páginas de política de privacidade e termos de uso.

Felizmente, com apenas alguns cliques, você pode utilizar o plugin WP RGPD PRO e ficar de acordo com todos os pontos da lei.

Eu tenho um vídeo no Youtube falando sobre a diferença dos plugins RGPD pagos e gratuitos. Te recomendo dar uma olhada:

LGPD o que é?

Mas afinal, o que é a LGPD lei e porque devo implementar ainda hoje?

A LGPD ou Lei geral de proteção de dados é a versão brasileira da RGPD Europeia, onde as duas já estão em vigor.

Se você está acompanhando as notícias, provavelmente já deve ter notado que algumas empresas já estão sendo multadas por não deixar o seu site ou blog em WordPress em dia.

O objetivo da lei LGPD é tornar a internet brasileira mais transparente para as pessoas. Ou seja, você apenas poderá coletar informações sobre ela, tais como: sexo, local onde mora, idade, interesses, dentre outros, somente se ela der o consentimento.

Esse consentimento é dado através de uma mensagem que deve ser exibida toda vez que o usuário visitar o seu site.

Quero te adiantar que todo plugin wordpress RGPD gratuito faz isso. No entanto, eles ficam por aí e não fazem tudo o que pede a lei.

Veja porque:

Os plugins RGPD gratuitos oferecem suporte ao popup de aviso de coleta de cookies, alguns criam as páginas de política de privacidade e termos de uso, mas ficam por aí.

Para estar de acordo com a lei LGPD e RGPD, você precisa apresentar uma caixa de solicitação de remoção de dados pessoais ou qualquer conteúdo criado por ele ao visitar o seu site e isso somente o plugin WP RGPD PRO faz.

Resumindo, as versões gratuitas dão suporte a apenas 3 itens dos 7 solicitados na RGPD brasil.

Porque devo instalar o plugin LGPD agora no meu WordPress?

Muitos estão se perguntando quando a LGPD entra em vigor. Infelizmente tenho que te dizer que ela já implementada e multando algumas pessoas e empresas.

Dito isto, a minha recomendação é instalar o WP RGPD PRO, o único plugin para WordPress que atende os 7 itens da lei LGPD Brasil.

Esse é o mesmo plugin que eu utilizo no meu blog.

Para ter uma ideia de como é fácil fazer a instalação. As páginas de política de privacidade e termos de uso são criadas com apenas 2 informações: o título e um pequeno shortcode (Código HTML disponibilizado pelo criador do plugin)

Veja o resultado: Política de privacidade e termos de uso.

O grande diferencial está na página de remoção de conteúdo, que é criado com apenas um toque.

Qual a diferença do plugin WP RGPD PRO e as versões gratuitas

Eu tenho um vídeo no Youtube onde eu falo sobre as principais diferenças entre o WP RGPD PRO e as opções gratuitas. Se quiser dá uma olhada lá!

Para economizar o seu tempo, separei em dois blocos o que ambos fazem e o que somente o RGPD Pro faz. Confira:

Os dois fazem:

  • Ambos exibem o popup de aviso (O gratuito pouco personalizável, mas exibe);
  • Criação das páginas política de privacidade e termos de uso (No pago com apenas um clique, nos gratuitos você muitas vezes precisará gerar em outros sites e modificar conforme você precisa;

Somente a versão paga:

  • Direito de ser esquecido (Apagar comentários, publicações, avaliações, etc);
  • Solicitações de acesso a dados (Usuário pode pedir informações de acessos anteriores);
  • Notificação de violação de dados (Aviso no e-mail se o site sofreu algum tipo de invasão);
  • Requisitos de retificação de dados (O usuário pode alterar informações quando quiser).

Viu como são mais diferenças do que semelhanças?

Posso usar somente a versão gratuita do LGPD?

Confesso que utilizei alguns plugins gratuitos enquanto a LGPD foi adiada. No entanto, após a sua aprovação, não tive mais motivos para correr o risco de ser multado ou até perder o meu negócio.

Em outras palavras, é possível utilizar sim as versões gratuitas, mas você estará correndo bastante risco, principalmente se você faz captura de e-mails ou coisas do tipo.

Conclusão

O texto acabou se estendendo um pouco, mas a LGPD comentada é isso.

Pode demorar um pouco para os donos de negócios online e visitantes se adaptarem a tantos popups de avisos sendo exibidos.

Entretanto, essa é uma fase que vai passar e espero que você passe por ela sem receber nenhum tipo de penalização.

Por fim, tanto o plugin gratuito quanto o WP RGPD PRO exibem popup de aviso sobre cookies, mas somente um é realmente funcional.

Espero que o texto tenha te esclarecido bem a diferença.

No Foco MD eu ensino como fazer a instalação do RGPD Pro para WordPress.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.